sábado, março 10, 2007

Uma ponte, duas margens

Mais um postal deste pequeno mas belo país,
especialmente dedicado à nossa mais recente
emigrante.

Eis aqui o que urge construir entre as duas margens do Atlantico - uma ponte de madeira -coisa simples, mas que permitirá poupar umas coroas em bilhetes de avião. A distâncias regulares haverão postos de abastecimento, oferecendo tangerinas atulhadas em caroços cuspidouros e farturas.
ó, da barraca, sai uma fartura a pingar gordura...! A propósito, quando começa a Feira do Livro de Lisboa?

4 comentários:

pipeta disse...

Assim eu poderia ir visitar-vos aos domingos e trazia uma saca de tangerinas....

EarthsWizard disse...

Aceitam encomendas? Podem fazer uma entre aqui a ilha e PT mas assim tipo a sair do banho directamente para o Tejo?

Pan disse...

hmmm, vejo potencial na construção da Rota do Taparuere, directamente da Cornualha a LX. os descobrimentos em versão séc XXI

tainha babujona disse...

ahh farturas! na feira do livro é tão bom!!!
Na feira do livro ter a boca toda suja de gordura e açúcar e alguém duma fundação para ajudar alguma coisa qualquer me abordar num momento em que estou mais fragilizada!É típico comum e já aconteceu duas vezes!