terça-feira, janeiro 20, 2009

Ao meu Querido Morto

Eu tive um grande amor, um grande amor

que deu aos meus olhos aquela luz, aquele brilho

um dia quando acordei o meu amor estava morto

não tive coragem de o enterrar, deixei-o ficar

Esperei, e veio a chuva

Esperei , e veio o sol,

o meu amor não voltou a falar

Hoje fui leva-lo a enterrar, pus-lhe flores e um beijinho

para que de mim se pudesse lembrar


texto antigo do meu caderno de babujices

2 comentários:

Pan disse...

sniff,..tá buonito.

EarthsWizard disse...

:( tá muito bunito. Tu tens geito para isto miúda.